ONG cristã resgata menina de casamento infantil na África: "Obrigado por me salvarem"

  • 22/06/2022
ONG cristã resgata menina de casamento infantil na África: "Obrigado por me salvarem"
ONG cristã resgata menina de casamento infantil na África: "Obrigado por me salvarem" (Foto: Reprodução)

A organização cristã “Compassion”, com o apoio da igreja local, salvou uma menina do casamento infantil, em Burkina Faso, na África.

Com apenas 14 anos, Djamila foi negociada pelo próprio pai para se casar com um homem adulto. 

Em uma noite de dezembro de 2019, a adolescente descobriu o plano secreto do pai para lhe dar em matrimônio. 

“Minha irmã ouviu em segredo meu pai discutindo a cerimônia de casamento e me informou naquela mesma noite. Meu pai estava planejando meu casamento para os próximos dias”, contou Djamila. 

O vilarejo remoto no leste do país africano, onde a menina e a família moram, possui uma alta taxa de casamentos infantis. Muitos pais, influenciados pela tradição ou pela pobreza, casam as filhas ainda menores de idade.

O pai de Djamila planejava casar a menina antes de seu aniversário de 15 anos, sem consultar a mãe e a filha.

Pedindo socorro

Ao saber dos planos do pai, a adolescente pediu ajuda à Compassion, uma ONG cristã que trabalha pelos direitos da criança, no centro da organização localizado em sua região. 

“Eu sabia que meu pai estava falando sério sobre o casamento. Corri para o centro e escrevi uma carta para a diretora do projeto. Eu sabia que ela faria algo para me salvar desse flagelo", disse Djamila.

Assim que a diretora do centro, Martha, leu a carta com o pedido de socorro da adolescente, ela acionou o processo de proteção à criança com as autoridades locais e contou com a ajuda da igreja local.

Para proteger Djamila de um possível sequestro de seu pretendente, o pastor abrigou a menina em sua casa durante quatro dias até o caso ser resolvido.

"Quando li a carta, não acreditei no que Djamila escreveu. Ela estava com medo de voltar para casa como uma menina impotente. Liguei para a mãe dela para obter informações detalhadas e ela confirmou que o pai estava organizando o casamento tradicional de Djamila nas próximas horas", relatou Martha.

Três dias depois da intervenção da Compassion com a igreja, os pais da menina foram convocados para uma reunião na delegacia local. 

O policial explicou que de acordo com a lei em Burkina Faso, o casamento só era permitido a partir dos 17 anos, e alertou sobre os perigos do casamento infantil.

Após a reunião, o pai de Djamila mudou de ideia e a adolescentou voltou para casa em segurança.

"Se não fosse o apoio do centro, eu teria casado contra minha vontade ainda jovem. Agradeço aos trabalhadores do centro por me salvarem de me tornar uma esposa. Que Deus os abençoe", declarou a menina, que sonha em se tornar professora de biologia.

O papel importante das igrejas locais

As igrejas locais tem tido um papel importante no trabalho de combate ao casamento infantil da Compassion.

A organização cristã tem realizado ações de conscientização com famílias, líderes e autoridades locais sobre os direitos das meninas e os males do casamento precoce.

"Quero alertar o mundo sobre o casamento de meninas. Não é bom casar com meninas contra a vontade delas", ressaltou Djamila.

“As meninas devem ter a oportunidade e a liberdade de escolher seus futuros maridos sem pressão dos parentes. Pare de dar suas filhas como objetos aos homens. Dê a elas a chance de completar sua educação, de serem maduras antes do casamento”, pediu ela.

Segundo a UNICEF, mais de 45 milhões de meninas na África Subsaariana se tornarão noivas precoces na próxima década, caso a prática do casamento infantil não for interrompido.

FONTE: http://guiame.com.br/gospel/missoes-acao-social/ong-crista-resgata-menina-de-casamento-infantil-na-africa-obrigado-por-me-salvarem.html


#Compartilhe

Aplicativos


Locutor no Ar

Peça Sua Música

Top 5

top1
1. Deus Proverá

Gabriela Gomes

top2
2. Ousado Amor

Isaias Saad

top3
3. Deus da Salvação

Camila Campos

top4
4. Salmo 23

Livres Para Adorar

top5
5. Redimido

Bruna Olly

Anunciantes